Conheça mais um pouco sobre o dia a dia de um perfumista

Profissão perfumista: descubra curiosidades sobre o trabalho desses verdadeiros artistas

Profissão perfumista: descubra curiosidades sobre o trabalho desses verdadeiros artistas

Perfumista não é um nome que costuma surgir com frequência na lista de coisas que as crianças desejam ser quando crescerem. Mas de forma alguma isso serve para descaracterizar a importância e beleza do trabalho deles. Imagine elaborar, do zero, a fragrância que vai chegar às mãos de milhares de pessoas. O cheiro do dia do seu casamento, o aroma de uma pessoa querida, o perfume utilizado quando você conseguiu o primeiro emprego: todos eles passaram pelas mãos de um perfumista em algum momento. Isso mostra, entre outras coisas, que fazer um perfume é muito mais do que apenas combinar ingredientes e essências: o trabalho é, basicamente, artístico. Por isso, dê uma olhada aqui embaixo para descobrir mais sobre esta profissão incrível!



O perfumista precisa ter o olfato apurado, mas sua memória deve ser ainda melhor



Para desenvolver fragrâncias diferentes que agradam a vários tipos de pessoas, era de se esperar que um perfumista precisasse ter, como pré-requisito, um olfato mais apurado do que o normal. Não é à toa que o apelido do perfumista no mercado é “nariz”. Só assim eles conseguirão determinar a concentração da matéria-prima, as notas e ter uma ideia de como vai ficar o resultado final da fragrância. O que muita gente não sabe é que, além disso, a memória dele também precisa ser incrível, já que existe a necessidade de memorização do aroma de todas as matérias-primas disponíveis no mercado, entre as sintéticas e naturais. Elas passam, com facilidade, das três mil, ou seja: é um processo difícil e demorado, o que valoriza ainda mais a profissão.



Pela falta de cursos de especialização, não existem tantos perfumistas no Brasil



Por mais que o mercado da perfumaria cresça cada vez mais no Brasil, a profissão de perfumista não é tão comum por aqui por um simples motivo: não existem cursos de graduação ou especialização na profissão dentro do país. O que você consegue encontrar com um pouco mais de facilidade são cursos com um viés mercadológico para atuação na perfumaria. Geralmente, as graduações em química e farmácia são a porta de entrada para quem deseja elaborar perfumes e daí para a frente, existem duas opções: fazer os cursos disponíveis na Europa ou aprender na prática dentro de uma fábrica - algo raro, mas que pode acontecer.



O perfumista precisa saber trabalhar com tentativa e erro



Nem tudo são flores no dia a dia do perfumista. A combinação de elementos para a elaboração das fragrâncias pode parecer algo simples, mas está longe disso. Imagine só como deve ser precisar escolher entre milhares de matérias-primas na busca pelo resultado perfeito? Até chegar a um resultado campeão de vendas como o La Vie Est Belle, por exemplo, o caminho é longo e a frustração do profissional é algo que costuma acontecer no dia a dia — o que torna o produto final ainda mais valioso e especial! Já está olhando para os seus perfumes de forma diferente?

Continuar lendo

Compre Aqui